Romu recebe equipamentos novos para reforçar patrulhamento em Aparecida

Foto: Enio Medeiros

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Aparecida, que já atua em 50% das ocorrências policiais registradas na cidade, recebeu nesta quarta-feira (12) um investimento que deve elevar ainda mais a produtividade da corporação. São conjuntos de fardamento, coletes balísticos, pistolas calibre 380 e outros equipamentos de uso restrito que foram entregues hoje pelo prefeito Gustavo Mendanha à Ronda Ostensiva Municipal (Romu).

O aparato vai equipar todos os 28 agentes homens e mulheres da Romu, que foi criada em 2015. Considerada a tropa da elite da GCM, o grupo é especializado no controle de distúrbios civis, segurança de autoridades, patrulhamento tático e combate ao tráfico de drogas.

Comandante da GCM, inspetor Weber Júnior comemorou a entrega do equipamento. Segundo ele, as novas ferramentas de trabalho darão mais versatilidade e agilidade no patrulhamento feito pelas equipes da Romu. “É um momento de vitória, de conquista da Guarda Civil de Aparecida, que hoje é referência em Goiás”, externou Weber.

O prefeito Gustavo Mendanha fez uma síntese das ações realizadas pela GCM nos últimos anos para contribuir com a segurança pública em Aparecida. Ele citou, por exemplo, a campanha permanente de combate ao uso do cerol e da linha chilena e o projeto Você de olho no Patrimônio, lançado recentemente na Cidade Administrativa.

Segundo Gustavo, a Guarda Civil Municipal terá papel essencial no monitoramento das escolas municipais, unidades de saúde, espaços de lazer e prédios administrativos através das 650 câmeras de última geração que estão sendo instaladas na cidade.

Os equipamentos foram adquiridos através do projeto Cidade Inteligente, que preconiza o uso da tecnologia na administração pública para possibilitar o progresso de Aparecida em áreas como educação, saúde, segurança pública e transparência. “O nosso investimento em tecnologia vai colocar Aparecida como vitrine para o Brasil na área de segurança pública”, projetou o prefeito Gustavo Mendanha.

O secretário de Mobilidade e Defesa Social de Aparecida, Roberto Cândido, disse que a GCM trabalha para ser uma corporação de perfil cidadã. Em outras palavras significa, para ele, atender às pessoas com empatia e presteza. “Em muitas das vezes, as pessoas estão precisando, na verdade, só de respeito e atenção. Nós resolvemos cerca de 45% das ocorrências agindo desta maneira”, informou Cândido, que é guarda civil municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui