Dia “D” de vacinação contra gripe terá sistema drive-thru neste sábado (23)

Medida sugerida pelo governo aos municípios é para evitar aglomerações e ampliar a cobertura vacinal

Com o intuito de ampliar a cobertura vacinal contra a influenza, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria da Saúde (SES-GO), em parceria com as secretarias municipais de Saúde (SMS), realizam neste sábado, dia 23, o Dia “D” de vacinação contra a gripe. Dados preliminares desta quinta-feira, dia 21, mostram que menos de 70% do público-alvo foi imunizado em Goiás.

“A estratégia sugerida para os municípios é que, no dia dedicado à imunização das pessoas de todos grupos prioritários, o sistema de vacinação por drive-thru seja adotado para imunizar os adultos; e as salas de vacina e postos sejam dedicados à imunização de crianças. O objetivo é evitar aglomeração em tempo de pandemia da Covid-19”, explica a gerente de Imunização da SES-GO, Joice Dorneles.

“Precisamos nos adequar à realidade que estamos vivendo e oferecer a vacinação no sistema drive-thru, que proporcionará mais comodidade à população e profissionais de saúde, e menor risco de aglomerações e filas nos postos de vacinação”, alertou a gerente, que ressaltou ainda a importância de dedicar as salas de vacina para a imunização dos pequenos. “Sabemos que vacinar as crianças dentro dos carros é mais difícil e, por isso, sugerimos a estratégia do uso das salas apenas para o público infantil”, pontua.

Joice Dorneles ressalta que, mesmo durante a pandemia, é fundamental que os grupos prioritários busquem a vacina sem aglomerações. A dose é importante para imunizar contra os vírus H1N1, H3N2 e influenza B, que podem levar à Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). “Percebemos uma baixa procura pela vacina, e só conseguimos atingir a meta entre idosos, indígenas e trabalhadores da saúde”, alertou.

Grupo de risco

Durante a campanha de vacinação contra a gripe, o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza as doses das vacinas para crianças a partir de 6 meses a 5 anos, gestantes, trabalhadores da saúde, puérperas, indígenas, pessoas com idade superior a 55 anos e idosos, pessoas com deficiência, professores, pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, forças de segurança e salvamento, trabalhadores do transporte coletivo e portuários e pessoas com doenças crônicas.

A gerente esclareceu que a maioria das cidades deve aderir ao sistema de vacinação sugerido pela SES-GO no dia “D”de mobilização. A população pode consultar a Secretaria de Saúde da cidade onde será instalado o drive-thru, o horário de funcionamento durante o sábado e quais salas de vacina e postos estarão abertos durante o dia.

Joice lembrou que a Campanha de Imunização contra a Influenza segue até o dia 5 de junho. “O Dia ‘D’ é uma alternativa que buscamos para ampliar a cobertura vacinal, mas as salas de vacina ainda vão realizar a imunização até o início do próximo mês”, explica.

Baixa procura

Até a manhã desta quinta-feira, dia 21, os dados preliminares obtidos no Sistema de Imunização do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde, mostravam que apenas 23,3% das crianças maiores de 6 meses a 5 anos tinham sido imunizadas contra a influenza no Estado.

No grupo das gestantes e puérperas, respectivamente 52,22% e 45,10% tinham procurado a vacina. Já entre os adultos aptos a receber a vacina, menos de 23% foram vacinados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui