Aparecida monitora internações por Coronavírus e Síndromes Respiratórias

Foto: Enio Medeiros
Para aprimorar o monitoramento das internações realizadas pelo Sistema Único de Saúde em Aparecida de Goiânia, a Prefeitura contratou, no início do ano, uma empresa especializada em gestão de informações clínicas e epidemiológicas de leitos hospitalares. Agora, devido à pandemia do Covid-19, o sistema adotado permite o acompanhamento detalhado, em tempo real, de todas as internações decorrentes de Síndromes Respiratórias e Coronavírus. A cidade é a primeira do estado de Goiás a adotar a tecnologia, que é bastante utilizada nos hospitais de excelência brasileiros e na Europa.

Por meio desse sistema, é possível visualizar em um único painel todos os leitos do SUS na cidade, seja em instituições públicas ou privadas conveniadas, e ver quais estão ocupados, por quem e a evolução do quadro de cada paciente. Também é possível comparar essa evolução clínica com a média mundial de pessoas com perfis semelhantes. “Com o surgimento da pandemia, a empresa contratada desenvolveu um filtro só para Coronavírus e Síndromes Respiratórias. Dessa forma, a Secretaria tem acompanhado todas as internações e o desenrolar dos casos”, informa o secretário de Saúde Alessandro Magalhães.

A partir do sistema analisa-se o perfil dos pacientes, o tempo de internação de cada um e a eficiência dos serviços prestados nas unidades. O sistema gera dados referentes aos leitos do Hospital Municipal de Aparecida (Hmap), Maternidade Marlene Teixeira, UPA Brasicon, Buriti e Flamboyant e hospitais conveniados com a Prefeitura: Huapa, São Silvestre e Santa Mônica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui