Paulo Magalhães é pré-candidato a vereador de Goiânia pelo DEM

O Paulo Magalhães (DEM) colocou seu nome à disposição como pré-candidato a vereador por Goiânia. Após repensar sua posição e dialogar com lideranças, representantes da sociedade civil, com o presidente do Diretório Metropolitano do DEM, o ex-deputado estadual Lívio Luciano e também com o Governador Ronaldo Caiado, Paulo Magalhães decidiu e se posicionou como pré-candidato. A convenção do partido, que irá confirmar sua candidatura a vereador da Capital, irá ocorrer na próxima quarta-feira (16).

Em seu terceiro mandato, Paulo Magalhães iniciou sua trajetória política como representante na Câmara de Goiânia dos moradores do Setor Pedro Ludovico e Vila Redenção. Hoje, após cumprir seus mandatos, acumulou a representatividade em mais de 20 bairros por toda a Capital. Além de presidir, desde 2015, a Comissão dos Direitos do Idoso (CDI) da Câmara Municipal e trabalhar em favor dos direitos da comunidade idosa.

Como parlamentar, buscou a moralização da política na Câmara. Ele é autor do projeto de resolução para a implantação do ponto biométrico para registro da presença dos parlamentares durante as sessões plenárias e o desconto dos dias de falta no salário dos faltosos. Em 2019, durante a votação, o projeto foi rejeitado pelos outros vereadores. Por isso, neste ano Paulo Magalhães irá novamente reapresentá-lo.

Em 2018 conseguiu, através da lei de sua autoria, reduzir o recesso dos vereadores de 92 para 45 dias. Já em 2020, apresentou o projeto de emenda à Lei Orgânica (nº01/2020), que propõe uma nova redução do recesso dos parlamentares de 45 para 30 dias/ano.

Como defensor assíduo da preservação do meio ambiente, o vereador vem se destacando na discussão do Projeto de Lei Complementar nº 23/2019, que trata da revisão do Plano Diretor da Capital, em tramitação na Câmara. Ele foi membro de três subcomissões:  Sustentabilidade Socioambiental; Mobilidade, Acessibilidade e Transporte; e Ordenamento Territorial.

Presente em todas nas audiências públicas, Paulo Magalhães se posicionou firmemente pela preservação da memória cultural e social da cidade e contra ao adensamento, a construção desenfreada dos “paliteiros”, em maioria, beneficiando apenas os empresários que visam unicamente o lucro, causando impacto de trânsito e na vizinhança, destruindo o meio ambiente, sobretudo, as nascentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui