Farmacêutico monta pia para moradores de rua

Diante da pandemia do novo coronavírus, o farmacêutico Deivisson Teixeira, proprietário da Farmácia Forte Farma, na 4ª Radial, em Goiânia, teve uma ideia simples e solidária: montou na porta da drogaria um dispositivo para que os moradores de rua tenham a oportunidade de lavar as mãos. Numa iniciativa inovadora de cuidado e atenção, ele disponibiliza uma pia com sabonete líquido e também álcool em gel. Um vizinho já foi contagiado pela corrente do bem e também doou um bebedouro.

“A melhor prevenção contra o vírus é lavar bem as mãos”, explica o farmacêutico. Mas Deivisson notou que na região há muitos moradores de rua e catadores de papel, que “às vezes só podem lavar as mãos em poças de água suja”. A ideia surgiu a partir desta preocupação e o dispositivo foi montado do lado de fora da farmácia, ficando acessível a todos, até quando o estabelecimento está de portas fechadas.

O propósito inicial, de ajudar os moradores de rua, acabou sendo ampliado, pois os clientes passaram a higienizar as mãos antes de entrar na farmácia. “Aí surgiu outra oportunidade: de ensinar a lavar as mãos corretamente”, comemora. Com esse simples ato, a proteção aos farmacêuticos e demais colaboradores da drogaria também aumentou, assim como dos clientes e de toda a sociedade.

A presidente do CRF-GO, Lorena Baía, foi até o estabelecimento conhecer a invenção de Deivisson e aplaudiu a iniciativa: “É uma ideia genial.” Lorena incentiva outros  estabelecimentos de saúde a se inspirarem no exemplo do farmacêutico. “Se cada um tiver condição de fazer algo nesse sentido, a proteção contra a disseminação do vírus aumenta em larga escala”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui