Projeto Estruturar para Humanizar será implantado em Caldas Novas

Acervo da área de Direitos Humanos do CAO

Foi realizada no dia 27 a primeira reunião do projeto Estruturar para Humanizar em Caldas Novas, que é uma das sedes-piloto da iniciativa que está sendo desenvolvida pelo Ministério Público de Goiás, mobilizando diferentes áreas de atuação do Centro de Apoio Operacional (CAO).

O projeto tem como proposta desenvolver o planejamento e a execução de ações integradas para a estruturação dos órgãos de Segurança Pública do Estado de Goiás, visando contribuir para a melhoria dos serviços prestados e do atendimento à população, assim como humanizar as condições de trabalho dos servidores públicos.

Conforme explica o promotor André Luís Duarte, essa estruturação tem como prioridade humanizar o atendimento prestado pelo poder público à sociedade. Ele disse que, apesar de ser voltado inicialmente para a área de Segurança Pública, o projeto pode ser expandido para outros setores, como Educação e Saúde. “Pensamos inicialmente na segurança, porque a situação de precariedade é gritante”, ressaltou.

O promotor citou como exemplo delegacias no interior do Estado onde não há como cobrar um atendimento humanizado às vítimas de violência porque em muitas dessas construções faltam estrutura física e equipamentos adequados para o próprio servidor lá lotado desempenhar bem suas atividades. Num segundo momento, o projeto buscará a formação do servidor para a prestação do atendimento humanizado.

Durante a reunião na comarca, foi discutida a regularização da área onde será construída a sede regional da Polícia Civil de Caldas Novas. Na avaliação dos integrantes do MP, a receptividade ao projeto foi excelente e todos sinalizaram positivamente para colaborar com sua execução.

Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui